Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sempresolitaria

sempresolitaria

30
Jan21

Pedir

Sempre Solitaria

Caí mais uma vez empurrada pela vida, deitada no chão com a cabeça a latejar penso em diversas maneiras para me levantar mais uma vez neste abismo enorme. Inesperadamente uma mão estendida paira no meu campo de visão, uma oferta de ajuda para me levantar, confusa e com o olhar fixo na mão, os pensamentos dançam no ar.

Não pedi ajuda, e ninguém me viu a cair. Com o aparecimento repentino da mão nasce um mistério. Quem? Como? Porquê?

Os minutos passam e continuo a olhar para a mão, com dúvidas se aceito a ajuda ou não.

Porque é que é tão difícil aceitar ajuda? Porque é que tão difícil mostrar que estamos frágeis? Porque é que é tão difícil pedir ajuda?

Se eu pedisse ajuda, quantas mãos surgiam? 

26
Jan21

Shiu

Sempre Solitaria

Nunca se cala, sempre a falar ao meu ouvido. Nenhum assunto que aborda é importante ou interessante mas chateia me a valer. Esgota a minha paciência, a minha energia e a minha capacidade de raciocínio. Adora irritar me, tirar me do sério. 

Por favor medo! Podes calar te por um segundo? Sempre a falar sem parar! Preciso do silêncio! Shiu! 

 

19
Jan21

Momento

Sempre Solitaria

Só é preciso um momento, apenas um momento para tudo mudar. Seja para a felicidade ou para a tragédia basta apenas um momento. Um instante apenas, um minuto para tudo mudar e para o tapete fugir dos pés ou para nem sentir o chão. Num minuto ganha-se ou num minuto perde-se. Desta vez perdi algo, talvez amanhã ganhe.

07
Jan21

Terra

Sempre Solitaria

Sinto um cheiro intenso sempre que piso esta terra de ninguém. Também sentes? Não? Sentimentos contraditórios pairam na minha mente, o que é certo, o que é errado, a compaixão, a ausência de empatia. O sofrimento sente se no ar também. E a angústia que pisa o peito com uma força capaz de esmigalha- lo.

Repara na terra remexida, escavaram um buraco à pressa. Pobre ser que foi enterrado sem dignidade e respeito. 

Não te cheira a nada? Pois a mim cheira a tudo do mais sombrio que existe, a um desalento sem fim e a uma esperança que já morreu. É isso. Cheira a morte. Suga qualquer réstia de alegria e certezas de um futuro. A caminhar por aí, em busca da próxima vítima. Parece que ninguém está a salvo. Quando acaba este pesadelo?

05
Jan21

Onde

Sempre Solitaria

Onde estão as lágrimas que espero, para lavar a minha cara de desanimo?Onde está essa água preciosa nascida em mim?

A sua nascente são os meus olhos, e a minha cara indica o caminho até desaguar no queixo caindo no chão. A lágrima segue o seu caminho, como o rio, sem ter obstáculos que bloqueie a sua passagem. A minha cara está seca como um deserto e a nascente secou. Nada é regado e nada cresce. Espero pela tempestade que inunde a minha cara, e transborde as margens.

03
Jan21

Ano Novo

Sempre Solitaria

O início de cada ano é sempre idêntico, com promessas de mudanças e resoluções que ao passar dos dias são esquecidos e tudo volta ao normal.   Nem a pandemia mudou as pessoas, como é urgente mudanças significativas no mundo. Basta pensar que a humanidade perdeu a humanidade, não sabe o que é a empatia nem a bondade. É certo que felizmente ainda existe boas pessoas, o problema é que são poucas. 

O início de cada ano, a ilusão de um recomeço traz esperança de melhores dias. Criam se listas de metas e planos a médio prazo, que serão esquecidos com a passagem do tempo. A monotonia dos dias tira a vontade de sonhar, e os objetivos de mudanças e transformação são postos de parte, até que um novo ano comece.

Bom ano para todos.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub